Santo Antônio de Pádua



Santo Antônio de Pádua nasceu em Lisboa Portugal no dia 15 de agosto de 1195. Santo Antônio de Pádua no Brasil tornou-se muito admirado por ser considerado o Santo casamenteiro. Muitas pessoas são devotas de Santo Antônio, principalmente, quando querem se casar. Santo Antônio está sempre intercedendo a Deus para que esse milagre aconteça na vida das pessoas. Mas a sua vida é testemunho no discipulado de Cristo por meio das pregações para os dias de hoje.


O seu nome de batismo é Fernando. Se dedicou muito aos estudos e começou a estudar ciências humana e teologia; ao passar do tempo, o seu superior mudou o seu nome e ele passou a se chamar Antônio de Pádua. Os anos se passaram em Santa Cruz em Coimbra e deixou um traço profundo na fisionomia psicológica e no processo existencial do futuro apóstolo.


Ele foi ordenado no dia 12 de setembro de 1220, nesse tempo, Fernando foi convidado pelos Agostinianos para usar as vestes marrom dos Franciscanos. Nesse momento, abandonou o nome de batismo para se chamar Antônio de Pádua.


No dia 8 de maio de 1221, foi para Assis para participar dos capítulos de ordem, chegando lá Antônio foi acompanhado por Frei Graziano, nas suas meditações, estudos e também em sua vocação Franciscana para aprofundar em sua experiência missionária.


Em Setembro de 1222, Antônio foi escolhido para falar do sermão, todos que estavam no convento não estavam preparados para falar do sermão, mas o superior conhecia a habilidade de António e ele foi o escolhido para falar das maravilhas do Senhor. Santo Antônio foi obediente ao seu superior ao fazer a vontade de Deus.


De sermões em sermões espalha-se fama do que estava acontecendo em Pádua, causando um grande número de peregrinos, reunia centenas de pessoas ao redor do confessionário para se confessar; tinha também outros irmãos Franciscanos para ajudá-lo.


A morte de Santo Antônio ocorreu no Ano de 1231, em uma sexta-feira, 13 de junho, acometido de uma doença. Antônio tinha 36 anos.


Sermão Sobre a caridade. Bento XIV.

· Somente uma alma que ora pode progredir na vida espiritual. Este é o objeto privilegiado da pregação de Santo Antônio.


Antônio convida à contemplar os mistérios da humanidade do Senhor e do homem de modo particular o mistério da Natividade. Deus se faz criança, entregou-se em nossas mãos um mistério que desperta sentimentos de amor e gratidão para com a bondade divina.


Por Maria Honorato

Consagrada de Vida - Com. Renascidos em Pentecostes


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo